26 Sep 2008

intimism (vi)


Numa altura em que a polémica das ligações, propositadas ou inconscientes, está ao rubro no que concerne o desenlace e a intenção de quem casa porque ama ou quem achou que amava e de repente por este ou aquele motivo afinal decide devolver os votos feitos sem querer ou de propósito para magoar, ofender ou simplesmente porque sim, é grato .. muito grato e comovente assistir à uniao, que se acredita abençoada, com votos de "para sempre", olhos nos olhos e promessas de amor, respeito e fidelidade.

já perceberam, claro .. estamos de boda este fim-de-semana *
E vivam os noivos ;)

Que o vosso seja tão luminoso quanto os desejos de felicidade que formularemos *