2 Sep 2008

o regresso

E voltamos à rotina?
Àquela saudável feita de dias de folhas alaranjadas e passeios à beira mar tentando compor a colecção de conchas fugidias em dias de Verão? Voltamos aos espectáculos e à separação dos brinquedos que serão vendidos no mercadinho de Inverno, os outros doados à Igreja numa tentativa de fazer outros felizes, despejaremos o roupeiro para nos rirmos tal a quantidade de peças de roupa que deixaram de servir à princesa do reino. Compraremos a fruta que dará o doce, a compota e a marmelada que gostamos de comer à fatia, fruta que coze em grandes e cheirosas panelas, dedos peganhentos a aliviar a gulodice. E as compras necessárias para a estação que se aproxima a passos largos, material escolar, o equipamento da ginástica rítmica, e as sapatilhas de ballet, a mochila e os livros encomendados há mais de um mês mas sem meio de aparecerem. Calças e botas que a princesa deu um pulo neste Verão, já tardava ;), um casaco comprido para o frio que não tarda instala-se na nossa janela. Janela que já não está tão verde e frondosa como até há uns dias atrás. As noites arrefecem, o céu escurece mais cedo, mas as estrelas parecem agora mais brilhantes. A princesa confessa a saudade ao telefone, o desejo de voltar. À sua casa. À sua rotina saudável. O quarto levou uma volta daquelas para acolher a nova peça de “mobília”. Finalmente um computador que as pesquisas para os trabalhos do 5º ano, feitas por vezes a correr no escritório, deram bons resultados mas são cansativas demais para a mãe que, normalmente, não tem tempo para “respirar” ;) iniciaremos juntas, como tudo o que fazemos na vida, a descoberta do mundo fantástico que a internet lhe pode proporcionar. Mundo extraordinário que se reveste por vezes de alguns perigos para os quais a tenho alertado. E continuarei. Não é de ouro, como costumo dizer, ainda que reluza na maioria das vezes. E o que pode proporcionar, originar e provocar tem tanto de positivo como poderá ter de negativo. Haja alguma cautela e partilha no manuseamento. Fico sempre surpreendida quando assisto à personificação de um PC na forma de uma babysitter, simples, silenciosa, económica. Mas bastante "perigosa" para ser alvo da curiosidade de uma criança solitária.

É Setembro e o regresso.
O regresso a uma rotina que já nos faz falta, à sopa de legumes trocada pelo creme leve durante o tempo quente, ao pequeno-almoço de torradas a estalar e leite a fumegar aquecido ao fogão .. aos pratos de forno e às sobremesas que se evitam em tempos de praia que o calor só puxa a salada e o gelado. Às tardes de estudo e serões de conversa ou leitura, enroladas no sofá, lembrem-me de procurar a minha manta, por favor .. ;)

Tempo de voltar às salas de cinema quando o Sol estiver no merecido período de repouso, a ronda pelos Museus que ainda nos falta conhecer e os outros a que queremos voltar. O teatro estreia a peça de Inverno e o concerto de abertura no CCB está aí à porta. Tempo para outros programas, com a saudade do mar expressa no sorriso de manhã de chuva num “vamos à praia?”

É Setembro. Que seja formidável mais este ano que agora .. recomeça *