14 Oct 2008

intimism (viii)

Onde foi?
Onde foi menina que aprendeste?
Quem te ensinou a elevação no ar, a graciosidade do gesto, o sorriso nos lábios?
De onde foi menina que chegaste, branda e delicada, em pequenos mas firmes passos de dança?
E que música é essa menina que te anima, como que intimamente e só por ti escutada, que te eleva a perna e o pé em ponta, arcos de luz que rodopia e se espalha quando andas?
Onde foi menina que aprendeste e como foi que não dei por te ensinarem?
(da minha, digamos que, envergonhada autoria) :)

"A Ginástica Rítmica é uma actividade desportiva de infinitas possibilidades de movimentos corporais, realizados fluentemente em harmonia com a música e coordenados com o manejo dos aparelhos próprios desta modalidade olímpica, que são a corda, o arco, a bola, as maças e a fita. "

A princesa do reino foi conquistada pela modalidade. Os intensos anos de ballet facultam-lhe uma mobilidade e elasticidade que fizeram as delícias da professora e a convicção que acertou ao colocá-la na aula dos catorze anos.
A mãe, bom, sem que ela me oiça ;), devo contar-vos que a noto um “nadica” apreensiva porque todas as alunas são nada mais nada menos que o dobro da sua menina, mas vai disfarçando, deixando de ir à porta da sala de aula e ficando no bar a beber um café e a ler um livro, enquanto que a pequena ginasta em potência se estica e desdobra.
Ainda bem que a não vê. Aí sim, deixaria de estar um nadica qualquercoisa ;)