9 Feb 2009

public service (x)

.. sem dúvida, responderia. Quando avassaladoramente nos inundam os sentires, nos projectam por vezes duramente contra a verdade que contam. Quando meigamente nos molham a ponta dos pés numa incursão que é só nossa pelas letras adentro. Quando nos marcam, qual rocha ao sabor da erosão, com marcas daquelas que mantemos pela vida, relembrando uma frase, uma passagem, de um livro lido há muito.
Quando nos fazem companhia qual bulício de onda que se desfaz na areia ou nos pautam os sonhos em oscilações cadenciadas, portos seguros onde ancoramos, nos protegemos. Crescemos.
Sem dúvida.