27 Mar 2009

There's no sense as the sixth one :)



Explicação aqui


Não estou muito certa do que pensar do assunto, que tenho de reler para formar opinião.

À primeira vista pode parecer um substituição do fantástico, algo "sensual" e significativo sexto-sentido que nos "gabamos" de ter. Mas é muito mais que isso. A simples projecção holográfica acompanhada de um gesto (usando obviamente o device) fez-me sorrir.

Confesso que o meu .. feito de experiência, ego ao alto, algum convencimento e alguma ilusão, já falhou vezes sem conta e acertou outras tantas.

Mas é neste equílibrio que está a pessoa que sou. E se puder ser uma pessoa melhor? Será com esse objectivo que se substitui um sense por uma machine? Soa a ficção cientifica não é?
E acaba por ser.