17 Apr 2009

a chain is no stronger than its weakest link

3º dia de aulas do 3º período lectivo e entra a menina-mulher lá de casa furiosa com a professora de inglês.
Safa, espero que ela não tenha filhos mummy, é completamente insuportável por vezes. Abafo a risada da alusão à maternidade, olho-a séria numa repreensão muda pela critica ao que responde de imediato, desculpa mas deixa-me fora de mim, por vezes. E neste por vez que foi que aconteceu? Pediu-me que traduzisse expressões idiomáticas mãe, e quando lhe perguntei se por serem idiomáticas poderia traduzir a ideia, obrigou-me a uma tradução palavra por palavra.
Chocámos de frente no início do 5º ano. O sobrenome que guiamos na exacta medida das costelas de terras de Sua Majestade, tem por vezes este efeito. Convivi com isso enquanto estudante, alguns dos meus irmãos irmãos sofreram do mesmo mal, e a princesa está na mesma onda.
A uma correcção que resultou num texto em inglês escrito pela própria professora onde havia alguns erros grosseiros e indesculpáveis, maiores que o erro inicial que tentara corrigir, respondi-lhe igualmente .. em inglês.
Na primeira reunião de Pais o assunto foi abordado, em particular, pela Directora de Turma a quem expliquei o sucedido.
Foi o início de um processo por vezes justo e coerente (na atribuição das notas) por vezes exasperante e algo tolo na postura de uma professora perante uma aluna que sabe. De conhecimento empírico feito, fruto de convívio diário com outra língua, já que nunca a inscrevi em qualquer curso, aula particular ou explicação para aprofundar o conhecimento da língua inglesa. Sabe como eu sabia com a idade dela. Como os meus irmãos sabiam. Porque é também uma língua .. nossa.
Oxalá não tenha filhos, rematou a minha filha à laia de desabafo. Porque para filhos pressupõe-se uma paciência e uma disponibilidade que não se pautam por estas embirrações de momento, fruto de ignorância ou simplesmente de maus fígados. E eu concordo. Ainda que lhe tenha aberto os olhos à subjacente falta de respeito.

Porque por vezes não é por serem mais novos, mais inexperientes, mais locais ou internacionais. Por vezes é só e unicamente porque as palavras bom senso e humildade deixaram de fazer parte dos dicionários de quem acha que, como ocupa uma determinada posição, está sempre credora.
Por vezes .. enganam-se .. Redondamente.

E pior que o erro é a manutenção arrogante de uma postura que se sabe .. falhada.