27 Apr 2009

A smooth sea never made a skilled mariner (*)

(*) English proverb

Olho a frase e desmonto-a.
Parto-a em pequenas partículas.
Avalio-lhes o peso e o significado.
Procuro-lhes os detalhes. E todos sabem que God is in details .. as well as the Devil, by the way.
A smooth sea never made a skilled mariner .. maybe.

No outro dia a propósito de outro ditado dei por mim a discutir a importância dos obstáculos na vida. Verdadeiros. À primeira vista, intransponíveis. E da força. A força, a persistência, o credo, a resistência e até o medo que nos fazem transpô-los. Ultrapassá-los. Deixá-los para trás. Resolvê-los.
Estaríamos mais bem preparados se tal não acontecesse?
Se não perdêssemos o sono na tentativa de encontrar uma solução para o problema que, de repente, nos caiu em cima?
Se não nos consumíssemos na tentativa de minorar as consequências, por vezes terríveis, para aqueles que amamos e que de nós dependem?
Se não errassêmos por labirintos de cenários, tantas vezes considerados, tentando fazer a opção correcta na parafernália de escolhas que desembocam todas em outro cruzamento .. sem sinalização.
Se não nos puníssemos, como se de culpa fossemos feitos, pelo que aconteceu tentando perceber que fizemos, por que caminho enveredámos, que escolhas desconsiderámos para nos vermos, à beira do abismo e sem correias que nos prendam, a um passo da queda que sabemos .. letal.

Talvez.
Talvez a vida não soubesse a vida sem os desafios constantes a que estamos expostos simplesmente por respirarmos.
Mas uma coisa vos garanto. Eu daria, por vezes, de bandeja uma parte do tal sabor por uma existência mais morna. Mais pacífica. Mais paciente. Menos ..