4 May 2009

diary (i)

Acordar cedo que há estudo para por em dia. Quatro testes esta semana mais provas de aferição e outras, tantas quantas as disciplinas, globais e até 19 de Junho. Fácil.
As compras da semana no mercado levam-nos horas. Apuramos, cheiramos, tocamos, pesamos. Falamos com a Dª Ester que tem as melhores batatas para cozer de toda a localidade, plantadas com cuidados e esmeros na parte de trás do quintal. Levamos ramos de manjericão, salsa e hortelã que exalam um perfume delicioso a espreitar do saco marron onde tudo acomodamos.
Os ovos da vizinha Manuela, cujas galinhas passeiam altivas e de crista levantada, seguras do excelente trabalho que executam: quase todos os ovos são de gema dupla. Os meus favoritos.
As alfaces secas de humidades e viçosas, de grandes folhas verde-claro, que se adivinham tenras esperam a vez de entrar no saco depois da fruta; morangos pequenos e doces de textura rosada e dura. A Dª Etelvina lava meia dúzia na água corrente e oferece-nos uma mão cheia piscando o olho à princesa que não te tire o apetite para o almoço ou tenho de me haver com a tua mãe fazendo-me rir e pedir um quilo. São deliciosos.
Chegadas a casa, compras arrumadas, a princesa dedica-se a exercícios de matemática: média, moda, estatística, áreas de triângulos, quadrados, paralelogramos. Fala alto enquanto resolve, apaga, verifica. Da cozinha, em preparação do almoço, as janelas abertas que deixam entrar um verdadeiro sabor a Verão antecipado, sorrio, enquanto descasco, tempero, preparo. Acabei! Grita-me passado uma hora.
Almoçamos.
A tarde é para festa de aniversário. Uma das melhores amigas, uma ida ao cinema, com direito a jantar e pijama party. O estojo das pinturas ;) é minuciosamente observado, vernizes, batons, sombras, elásticos e cremes e uma profusão de algodões de todos os tamanhos. Sem esforço, imagino-as em apurada e saturada dedicação, entre risos e gozos, tenham cuidado com as roupas. Nada de se pintarem em cima da cama da Joana! aviso-a, lembrando-me da desgraça em que ficou a minha colcha numa intervenção em tudo semelhante. Sim mummy .. ;)
Regresso a casa. Arrumo, limpo e preparo comida para a semana. Gosto de, com tempo, preparar e congelar refeições que me salvam a vida nos horários complicados. A tábua de passar a ferro pisca-me o olho vestida de capa nova, azul forte, e o ar de verão continua lá fora a convidar-me à saída.
Opto. Não pelo mais útil. Talvez nem pelo mais necessário.
1º de Maio. Feriado. Dia do Trabalhador. Dia de quem?
;)