12 May 2009

g' morning neighbour :)

A blogosfera é sem dúvida um bairro Patti. (Continuo encantada com a expressão, vê?) ;) e ao ler o seu post inicial sobre a origem, tenho novamente de lhe dar razão.
Um bairro. Com alguns cafés, supermercado simpático mas carote, só para aquelas faltas de última hora, a farmácia de serviço, as escolas, jornais variados, postos de informação e de lazer, sem nada a apontar ;) e avenidas largas e arborizadas, que a imaginação é fértil e podemos pincelar à vontade.
Poucos carros estacionados, passeios livres de rodados, e outros. Gente simpática, que nos acolhe de sorriso e nos abre a porta. Há locais que começamos a frequentar e em que nos sentimos absolutamente bem-vindos. É o caso da simpática que nos brinda com um bom-dia! de entusiasmo contagiante, querendo quase dizer já tardava, ou quem nos acena do outro lado da rua, desfiando-nos para um chá e dois dedos de conversa. Alguém que connosco partilha uma descoberta ou uma notícia já sabias que ..? E os artistas! Há em todas as localidades artistas que nos encantam. Espectáculos de rua, música, exposições de fotografia e livros, são os preferidos cá de casa. Se tudo vier polvilhado de algum humor, daquele genuíno, então é ouro.
Não somos exigentes, somos? ;)
Depois, como em todos os bairros, há sítios onde só entramos uma vez. Seja pela antipatia da menina ao balcão, seja porque o café é intragável, a carne não nos pareceu fresca, ou quem atende e convida fala demasiado e acha que tem sempre razão. Cansativo.
Sem dúvida que o relacionamento por aqui é de vizinhança pura.
Com tudo o que a expressão encerra e quer dizer. É por isso que se renovam os blogroll, se apagam uns para deixar entrar outros, como vizinhos que se mudam de camioneta parada à porta do prédio, deixamos de ler fulano para passar a ler beltrano sem saber muito bem, por vezes, como fomos lá parar. Como no bairro, onde a volta a pé no fim-de-semana nos leva a locais que, vivendo já ali há algum tempo, não sabíamos existir.
No meu caso não posso deixar de constatar que muitos dos que aqui permanecem foram os mesmos que me ajudaram, no dia da mudança, com a estante de livros que não queria, nem por nada, caber no elevador ;)
Obrigada :)