11 May 2009

i wish .. i miss .. i feel.

Saudades de locais onde nunca estive, diz Daniel Santos na caixa de comentários do Estado Sentido, e eu fico a matutar nesta frase.
Saudades de locais onde nunca estive, de pessoas que nunca conheci, de tempos que não vivi.
Saudades de desconhecidos que só não são amigos porque a vida não nos colocou ainda na mesma estrada sem sentido único.
Saudades de tempos que, porque não vivi, sei que ainda me esperam .. saudades de sentir o que não me canso de sentir, e de ver o que não me canso de ver e de perguntar e de explicar ou simplesmente de me calar e deixar a vida passar, enrolada numa manta, sentada num sofá .. saudades.
É possível sentir saudade do que ainda não se sabe? .. talvez. Sei que é possível senti-las o tempo todo de algo que se conheceu, nos fez bem, por vezes mal, e continuar seguindo um caminho na tentativa de encontrar, além de tudo novo, algo de antigo que nos faça sentir .. saudade.

Palavra tão nossa, intraduzível, acho até que só sentida nesta língua.
Neste luso coração. No fado de ser .. saudade.