18 Jun 2009

instruction # 6

O que ela ainda não sabia é que quando se maltratam os seres que nos tratam bem, mais cedo ou mais tarde, por vezes mais cedo que tarde, a lei do retorno, essa justiça indelével dos seres antigos, pautada por flautas que tocam harmoniosamente em céus que não vemos, regressa, em força, e raramente, muito raramente teremos alguma vez a capacidade ou será a oportunidade? de lhe escapar.
É quase terrível a lei do retorno.
De tal forma justa que pode parecer injusta.
Porque é pequena a memória dos homens.